Vendo além da ilusão deste mundo

Menu Principal

Eventos & Cursos


Menu Principal

Assinatura


Torne-se membro

Descubra mais sabedoria e práticas para elevar a si mesmo, a sua vida e as pessoas ao seu redor. De artigos e vídeos semanais a aulas e eventos com transmissão ao vivo e presencialmente, há um plano de assinatura para todos.

Veja planos de assinatura
Assinatura em Destaque:
Comunidade
  • Benefícios inclusos:
  • Participe de webinars interativos toda semana
  • Assista a cursos completos on demand
  • Aproveite descontos em eventos, orientação em serviços individuais e produtos*
  • E muito mais...
  • Junte-se Hoje
  • *Nas localidades participantes. Haverá restrições aplicadas.
Menu Principal

Orientação


Vá ainda mais fundo na sabedoria da Kabbalah com orientação personalizada e leituras de mapas.
Encontro gratuito com um professor

Nossos instrutores dedicados estão aqui para ajudá-lo a navegar em sua jornada espiritual.

Solicite o Seu
Leitura de Mapa Astral Kabalístico

Aprender sobre nossa alma por meio de um mapa astrológico ajuda a dar mais significado e maior compreensão às experiências que enfrentamos, às pessoas que conhecemos, ao trabalho que fazemos e às bifurcações da estrada.

Agende uma leitura de mapa
Orientação Pessoal - Serviços do Kabbalah Centre

Sessões personalizadas individuais com um instrutor para aprofundar em uma área que lhe interessa ou oferecer suporte onde você mais precisa. As reuniões abrangem desde relacionamentos, tikkun e estudo profundo do Zohar, todas personalizados especialmente para você.

Reserve uma Sessão de Orientação

Vendo além da ilusão deste mundo

Michael Berg
Setembro 28, 2022
Curtir 49 Comentários 11 Compartilhar

O Shabat que cai durante os dez dias entre Rosh Hashanah e Yom Kipur é chamado Shabat Shuvá, o Shabat do Retorno. Este ano, é o Shabat da porção de Vayelech.

"Todos nós vivemos dentro desse reino de ilusão e acreditamos nela."

A porção de Vayelech tem todos os ensinamentos que Moisés nos deu antes de deixar este mundo. E no início, Moisés diz algo muito estranho aos israelitas: "Tenho 120 anos hoje. Não posso mais sair e entrar". O que isso significa? Rashi, o grande kabalista, nos diz que isso significa que Moisés está dizendo, essencialmente: "Não posso mais acessar a sabedoria; portanto, não posso dar a vocês". Uma pessoa justa, antes de deixar este mundo, tem a totalidade da Luz revelada a ela. Sabendo disso, como é possível que Moisés diga que tudo está bloqueado para ele agora? Não faz nenhum sentido e não pode ser entendido literalmente. Então, qual é o segredo por trás disso?

Que este mundo é uma ilusão. Simplificando, nada do que vemos, pensamos ou experimentamos é real. Acreditamos, por exemplo, que lemos o Zohar, a Torah ou as palavras de Rashi e outros grandes kabalistas e as entendemos. No entanto, o que estamos entendendo é realmente uma sabedoria diminuída e encoberta. Ao longo de seus 40 anos de liderança, Moisés estava ensinando os israelitas - não quero dizer uma versão simplificada - mas a única versão que eles podiam entender, a única versão que podemos entender. Portanto, nossa experiência, mesmo sobre as palavras de Moisés, é de compreensão diminuída.

Os kabalistas ensinam que quando Moisés estava em seu último dia neste mundo, o Criador disse: “Vou dar tudo a você”. Moisés já havia recebido os 49 Portões de Binah, Sabedoria, e o 50º foi revelado a ele neste dia. E uma vez que Moisés estava conectado a esse reino, ele não podia mais falar com ninguém, porque a referência que os israelitas tinham era completamente diferente da verdade. Assim, quando Moisés diz: "Não posso mais falar com vocês. Não posso mais ensiná-los", não é porque ele perdeu alguma coisa, mas porque recebeu tudo. Eles não podem entender uma palavra do que ele está dizendo agora, porque eles ainda estão vivendo no reino da ilusão.

"Quando temos essa consciência, toda escuridão se transforma em Luz."

E todos nós vivemos dentro desse reino de ilusão e acreditamos nela em todos os momentos do dia. Portanto, a sabedoria e a compreensão que pensamos receber ou extrair é quase nada. Claro, qualquer conexão com o Zohar ou a Torah ou com os escritos dos kabalistas traz grande Luz; mas a Luz real, uma conexão real, não é alcançável de onde estamos. E temos que começar por aí, sabendo que tudo o que vemos e pensamos é baseado no mundo de ilusão que aceitamos.

Para aprofundar esse entendimento, quero compartilhar uma história:

Havia dois grandes alunos do Maguid de Mezeritch, Rav Shmelke de Nikolsburg e Rav Pinchas, seu irmão. Eles perguntaram ao Maguid de Mezeritch: quando uma pessoa vê e experimenta a escuridão, dor e negatividade, como pode ser que ela a abençoe, a veja e a experimente apenas como Luz?

O Maguid de Mezeritch responde a eles: “Eu não sou a pessoa certa para elevá-los a esse estado; vá ao meu aluno, Rav Zusha de Anapoli." Então eles vão até Rav Zusha e dizem a ele que seu professor, o Maguid de Mezeritch, os enviou a ele para ensiná-los. Eles perguntam: “Como podemos chegar a um estado de consciência em que vemos a negatividade e experimentamos dor e escuridão, mas a vemos como uma bênção?” Rav Zusha responde a eles: “Eu não tenho ideia de por que o Maguid de Mezeritch enviou vocês a mim para lhe ensinar este ensinamento; Eu nunca tive nada de negativo acontecendo na minha vida.”

Quem conhece a história de Rav Zusha sabe que ele teve uma vida muito difícil; se olhássemos para ele, externamente, veríamos dor e escuridão. E, no entanto, Rav Zusha disse: “Eu não sei por que o Maguid de Mezeritch, nosso professor, enviou você a mim para lhes ensinar a consciência da bênção na escuridão, porque eu nunca experimentei nada de ruim”. E esse é o segredo que Moisés quer nos dar neste Shabat entre Rosh Hashanah e Yom Kippur; há um estado de consciência que temos que alcançar no qual entendemos que qualquer dor ou escuridão que experimentamos é construída sobre a mentira e a ilusão deste mundo.

Moisés diz aos israelitas: “Cheguei a este lugar agora, onde vejo que há apenas Luz; não há escuridão, não há dor. E eu quero ajudar a elevar você.” No Shabat Shuvá, Moisés vem até nós e diz: “Leve toda a sua tristeza, tire toda a sua escuridão e venha para o meu lado, o lugar que só vê bondade, bênçãos e luz”. Mas primeiro, temos que acreditar que o reino existe e saber que não é apenas uma das maiores dádivas possíveis, mas que também está disponível para nós. Rav Zusha e Moisés experimentaram este estado, onde não havia – nem pode haver – qualquer experiência de dor ou negatividade e precisamos saber que no Shabat de Vayelech, Shabat Shuvá, Moisés deseja dá-lo a nós.

No Shabat Shuvá, podemos pedir a consciência que vê além da ilusão deste mundo, experimentando apenas Luz, nunca escuridão ou negatividade. E quando temos essa consciência, toda a escuridão se transforma em Luz e todo julgamento se transforma em misericórdia.


Comentários 11