Recuperando Nossa Divindade

Menu Principal

Eventos & Cursos


Menu Principal

Assinatura


Torne-se membro

Descubra mais sabedoria e práticas para elevar a si mesmo, a sua vida e as pessoas ao seu redor. De artigos e vídeos semanais a aulas e eventos com transmissão ao vivo e presencialmente, há um plano de assinatura para todos.

Veja planos de assinatura
Assinatura em Destaque:
Comunidade
  • Benefícios inclusos:
  • Participe de webinars interativos toda semana
  • Assista a cursos completos on demand
  • Aproveite descontos em eventos, orientação em serviços individuais e produtos*
  • E muito mais...
  • Junte-se Hoje
  • *Nas localidades participantes. Haverá restrições aplicadas.
Menu Principal

Orientação


Vá ainda mais fundo na sabedoria da Kabbalah com orientação personalizada e leituras de mapas.
Encontro gratuito com um professor

Nossos instrutores dedicados estão aqui para ajudá-lo a navegar em sua jornada espiritual.

Solicite o Seu
Leitura de Mapa Astral Kabalístico

Aprender sobre nossa alma por meio de um mapa astrológico ajuda a dar mais significado e maior compreensão às experiências que enfrentamos, às pessoas que conhecemos, ao trabalho que fazemos e às bifurcações da estrada.

Agende uma leitura de mapa
Orientação Pessoal - Serviços do Kabbalah Centre

Sessões personalizadas individuais com um instrutor para aprofundar em uma área que lhe interessa ou oferecer suporte onde você mais precisa. As reuniões abrangem desde relacionamentos, tikkun e estudo profundo do Zohar, todas personalizados especialmente para você.

Reserve uma Sessão de Orientação

Recuperando Nossa Divindade

Karen Berg
Maio 12, 2024
Curtir 44 Comentários 7 Compartilhar

Este artigo foi publicado anteriormente em 2018.

Se você já teve alguma vez o privilégio de ver algumas das montanhas mais belas do mundo, você sabe do grande poder e beleza que elas têm. Altas e imponentes, elas são as rainhas do céu e da terra. Mas, curiosamente, as montanhas, mesmo as maiores, são compostas por muitas pedras pequenas. Falamos disso na abertura cósmica de Yom Kipur. Uma pedra é composta pelos mesmos elementos e pela mesma essência da montanha de onde veio.  Quando uma simples pedra retorna à montanha, a pedra se torna novamente a montanha. Nós também somos como a pedra. Somos filhos do Criador, e estarmos distantes d’Ele pode fazer com que nos esqueçamos de nossa própria divindade. Mas, de fato, somos uma faísca do Criador. Somos Sua essência e somos sagrados. A Torah nos ensina que o Sumo Sacerdote usava uma placa na qual se lia: “Sagrado para o Senhor”. Não deveríamos pensar que só os Sumos Sacerdotes pudessem receber esse título. Cada um de nós é “sagrado para o Senhor”. Nossa jornada espiritual, assim como as pedras pequenas, é nos tornarmos conscientes de nossa divindade interna e fazer a jornada de volta para a montanha, recuperando nossa Herança Divina. Nesta semana, o cosmos nos apoia na busca dessa verdade. Chegou o momento de reafirmar nossa Faísca Divina interior e despertar o Criador que tem estado adormecido dentro de nós por tempo demais. 

“Nossa Faísca Divina é trazida à luz nesta semana.” 

A porção desta semana é Emor. Esta porção nos oferece uma vasta quantidade de Luz espiritual, uma das maiores do ano inteiro. Nela se discutem as qualidades e características dos sacerdotes. Os sacerdotes eram puros. Eles se comportavam, se vestiam e até mesmo comiam da maneira mais pura possível. Mas não devemos esquecer que estamos, na verdade, lendo sobre nós mesmos. Internamente, também somos puros, mesmo que por fora possamos nos comportar de maneira não alinhada com essa energia. Temos a divindade dentro de nós e, quando agimos de maneira amorosa e bondosa, permitimos que tal pureza e divindade se manifestem externamente também. A porção de Emor é também especial por explicar todas as aberturas cósmicas do ano todo. É conhecida por seu poder único. Nesta semana, uma enorme Luz e a divindade de todas as aberturas cósmicas estão entre nós.  Aberturas cósmicas são “janelas no tempo” que são bênçãos inestimáveis. Elas nos oferecem renovação, purificação, abundância, alegria, milagres, liberdade e até um sabor de imortalidade. Esses são dias em que podemos nos deleitar na divindade e na Luz do Criador. Durante esses “dias sagrados”, somos colocados de volta na montanha para nos reconectar com nossa divindade e nos lembrar dela. Nossa Faísca Divina é trazida à luz nesta semana. O Criador quer que lembremos que somos seus filhos e que devemos acessar esse grande poder para que possamos melhorar a vida do próximo, do mundo e a nossa própria vida.

Às vezes, esquecemos dessa verdadeira sabedoria. Nós realmente temos uma outra parte em nós, o Desejo de Receber somente para nós mesmos, que pode nos afastar desse conhecimento e da energia do Criador. Podemos descobrir, após anos fazendo escolhas que não estavam alinhadas com o amor e a doação, que talvez tenhamos esquecido quem somos no nosso íntimo. Pode parecer impossível que o filho ou a filha de um rei esqueçam a sua herança, mas isso de fato acontece. É somente quando compartilhamos e amamos que vislumbramos a divindade que possuímos em nosso interior. O poder que temos de tornar melhores o mundo e a vida dos outros nos foi dado pelo nosso Pai, o Criador. É a maior dádiva já concedida. O poder de amar e ser Luz para os outros é nossa mais sagrada qualidade. Podemos começar a seguir esse caminho a qualquer momento. Divindade é nosso direito de nascença e podemos ativá-la novamente. 

“Que nunca nos esqueçamos de quão especiais todos nós somos.” 

Nesta semana, em suas meditações, transporte-se até a montanha mais alta do mundo. Feche seus olhos, respire e viaje para o extremo Oriente. Transporte-se à cordilheira do Himalaia e ao topo do incrível Monte Everest. Nos olhos da mente, veja o mundo inteiro sob seus pés e o Universo em suas mãos. O Sol e a Lua dançam à sua volta. É tempo de recuperar a glória interior e acendê-la! Lembre-se de que você é uma faísca do Criador. Você tem o poder de amar infinitamente. Você tem o poder de enxugar as lágrimas do próximo e trazer um sorriso ao seu rosto. Você tem a grande glória de ser capaz de mudar o mundo para melhor. Você pode escolher entre amar e odiar. Você pode escolher doar em vez de tomar. O Criador ilumina de dentro para fora. A pureza de um coração bondoso, que se importa com os sentimentos e as necessidades dos outros, finalmente é lembrada e restabelecida. Você está de volta à montanha e se tornou um com o Criador. Amor é quem você é e o que você é. Sempre foi assim. Você é “Sagrado para o Senhor” porque o Senhor é sagrado. 

Que nunca nos esqueçamos de quão especiais todos nós somos. Dessa maneira, podemos tratar cada um com a dignidade humana que merece, trazendo o fim da dor e do sofrimento desnecessários neste mundo. 

Ao enxergar a divindade que existe no outro, iremos descobrir e recuperar a divindade que existe em nós mesmos. 


Comentários 7