Abrindo a Porta de Nossos Corações

Menu Principal

Eventos & Cursos


Menu Principal

Assinatura


Torne-se membro

Descubra mais sabedoria e práticas para elevar a si mesmo, a sua vida e as pessoas ao seu redor. De artigos e vídeos semanais a aulas e eventos com transmissão ao vivo e presencialmente, há um plano de assinatura para todos.

Veja planos de assinatura
Assinatura em Destaque:
Comunidade
  • Benefícios inclusos:
  • Participe de webinars interativos toda semana
  • Assista a cursos completos on demand
  • Aproveite descontos em eventos, orientação em serviços individuais e produtos*
  • E muito mais...
  • Junte-se Hoje
  • *Nas localidades participantes. Haverá restrições aplicadas.
Menu Principal

Orientação


Vá ainda mais fundo na sabedoria da Kabbalah com orientação personalizada e leituras de mapas.
Encontro gratuito com um professor

Nossos instrutores dedicados estão aqui para ajudá-lo a navegar em sua jornada espiritual.

Solicite o Seu
Leitura de Mapa Astral Kabalístico

Aprender sobre nossa alma por meio de um mapa astrológico ajuda a dar mais significado e maior compreensão às experiências que enfrentamos, às pessoas que conhecemos, ao trabalho que fazemos e às bifurcações da estrada.

Agende uma leitura de mapa
Orientação Pessoal - Serviços do Kabbalah Centre

Sessões personalizadas individuais com um instrutor para aprofundar em uma área que lhe interessa ou oferecer suporte onde você mais precisa. As reuniões abrangem desde relacionamentos, tikkun e estudo profundo do Zohar, todas personalizados especialmente para você.

Reserve uma Sessão de Orientação

Abrindo a Porta de Nossos Corações

Karen Berg
Outubro 17, 2021
Curtir 20 Compartilhar Comentários 6

*Este artigo sobre a porção da semana foi publicado anteriormente em 2018. 


No mundo de hoje, ficou fácil permitir que nossos corações se fechem e que sejam construídos muros entre nós mesmos e os outros. Em um mundo em que tememos um futuro incerto, nós nos percebemos operando no modo de sobrevivência, um modo que nos faz sentir que devemos pensar somente em nós mesmos e em nossa própria preservação. Já foi provado por estudos que, quando as pessoas se sentem seguras e amadas, elas naturalmente dão mais e ajudam mais os outros do que quando não se sentem assim. Somente quando começamos a construir medos e ansiedades é que começamos a erguer muros que afastam as pessoas e apagam a Luz que temos dentro de nós. O poder que cada um de nós tem de ajudar os outros é muito subestimado. Somos filhos do Criador e, por isto, somos feitos de Sua essência. Somos o Divino e devemos nos lembrar desse potencial todos os dias. Em um mundo geralmente frio, o poder que cada um de nós tem de ser um farol de esperança e amor para o próximo é inigualável. Seja com um sorriso ou com uma palavra gentil para alguém novo no escritório, que pode estar se sentindo desconfortável em seu primeiro dia, seja tirando um momento para perguntar à pessoa que nos serve café todas as manhãs “Como você está?”. Esses simples atos de bondade amorosa não só geram mais amor ao mundo, mas também são tremendas forças de positividade que têm a capacidade de remover a tristeza, a negatividade e a desesperança dos corações de tantas pessoas. Nunca podemos subestimar que a palavra certa ou um gesto de gentileza no momento certo podem até salvar uma vida. Podemos agir algumas vezes com dureza, mas internamente somos frágeis flores que só conseguem sobreviver com amor. Nesta semana, nossos corações despertam de uma letargia. A bondade amorosa emerge. Uma gentil e doce misericórdia emana no mundo e, enquanto isto acontece, ela estimula o poder que temos de mudar a vida dos outros e, no processo, as nossas próprias vidas. Nesta semana, é solicitado aos nossos corações que se abram para os outros, deixando as pessoas entrarem, criando um pouco mais do amor do qual o mundo precisa tão desesperadamente. É quando deixamos os outros entrarem que nos tornamos capazes de deixar nosso Criador interno se manifestar.

“Nossos corações despertam de uma letargia.”

Nossa porção e guia desta semana é a porção de Vayera. Vayera quer dizer “o Criador apareceu”.  Continuamos seguindo a história de Abraão, que fala sobre sua iluminação espiritual e sua comunicação com o Criador. Três convidados chegam à sua casa e ele lhes dá as boas-vindas com o coração aberto, pronto para servi-los. Na verdade, ele já estava esperando por eles para que pudesse atender às suas necessidades e compartilhar. Dessa forma, o Criador enviou anjos para ele, disfarçados de humanos. Abraão e sua esposa, Sarah,  alimentaram e cuidaram de seus hóspedes  como se fossem de sua própria família. Esse é um dos muitos casos que ilustram, para nós, a 
gentileza e os corações amorosos de Abraão e Sarah. Os convidados, que eram na verdade anjos, abençoaram Abraão e Sarah e previram que, em um ano, Sarah daria à luz um menino. Uma criança milagrosa, pois eles queriam desesperadamente conceber, mas não conseguiam. Por sua gentileza e desejo de compartilhar, Abraão e Sarah foram capazes de criar uma abertura para permitir que o milagre da concepção acontecesse. Efetivamente, em um ano, Sarah, com 90 anos de idade, deu à luz  Isaac. Ambos, Abraão e Sarah, eram a personificação do cuidado e da dignidade humana e, por causa disto, eles se tornaram os pais de todas as futuras gerações de pessoas espirituais. Passaram suas vidas servindo à humanidade e, como consequência, reverteram os decretos cármicos negativos e atraíram grande Luz para o mundo. Abraão é nosso canal para misericórdia e atos de compartilhar até hoje. Ele pavimentou um caminho para todos nós cuidarmos uns dos outros. Seu filho Isaac se tornaria o canal para a remoção de toda a tristeza e para criar a alegria eterna do tempo conhecido como Messias.

Somos todos descendentes de Abraão, e nós também temos o poder de mudar nossas vidas se estivermos dispostos a abrir a porta de nossos corações para compartilhar e servir aos outros. É assim que ativamos a força do amor Divino dentro de nós e, ao mesmo tempo, liberamos toda a sua Luz para nossas vidas. Algumas vezes podemos ficar presos em um ciclo que não serve para nós. Podemos sentir que, para melhorar nossas vidas, devemos focar mais em nós mesmos. Ironicamente, a maneira para melhorarmos nossas vidas é focar em como podemos servir os outros. O paradoxo da vida é que, para receber mais, nós devemos estar dispostos a dar mais. Uma mão só pode receber quando está aberta para dar. Todos nós precisamos da ajuda uns dos outros se quisermos tornar este mundo um lugar melhor. Para elevar o mundo e nossas próprias vidas para um lugar mais positivo, podemos nos dispor a estender nossos corações ao outro, especialmente nos momentos em que gostaríamos de fazer qualquer outra coisa menos compartilhar. É exatamente nesses momentos que o amor que damos volta para nós como bumerangue, criando bênçãos e milagres inimagináveis, da mesma maneira como aconteceu com Abraão e Sarah.

“Poderemos, então, remover a dor e o sofrimento do mundo.”

Nesta semana, em suas meditações, visualize toda a Terra flutuando no espaço. Podemos vê-la brilhar enquanto reflete toda a luz do Sol. Ela reluz com beleza na escuridão. É a casa de nossos irmãos e irmãs. Agora, imagine todas as pessoas na Terra que podem estar solitárias, com dor ou com medo. Deixe que a dor delas o torne mais humilde e desperte a compaixão em você. Esteja disposto a sentir a dor dos outros. Sinta a falta que há no mundo, mas entenda que você pode fazer a diferença que o mundo precisa! Seu amor e bondade têm o poder de ajudar uma pessoa de cada vez em seus momentos mais difíceis. Agora, pegue a Terra e a encolha. Imagine a Terra toda lentamente encolhendo e entrando em seu coração. Seu coração se expande e todos os muros caem, permitindo que sua família global entre. Sinta as necessidades e dores dos outros, sabendo o tempo todo que apenas um simples sorriso e o compartilhar com um desconhecido têm o poder de resolver os problemas deste mundo e até mesmo salvar uma vida. Quando nós fizermos a mudança interna para elevar nossa própria consciência a um estado de amor,  seremos, então, capazes de remover a dor e o sofrimento de todo o mundo, bem como de nos conectar com todas as dádivas e milagres que a vida pode oferecer.


 


Comentários 6