Despertando a Luz da Consciência

Menu Principal

Eventos & Cursos


Menu Principal

Assinatura


Torne-se membro

Descubra mais sabedoria e práticas para elevar a si mesmo, a sua vida e as pessoas ao seu redor. De artigos e vídeos semanais a aulas e eventos com transmissão ao vivo e presencialmente, há um plano de assinatura para todos.

Veja planos de assinatura
Assinatura em Destaque:
Comunidade
  • Benefícios inclusos:
  • Participe de webinars interativos toda semana
  • Assista a cursos completos on demand
  • Aproveite descontos em eventos, orientação em serviços individuais e produtos*
  • E muito mais...
  • Junte-se Hoje
  • *Nas localidades participantes. Haverá restrições aplicadas.
Menu Principal

Orientação


Vá ainda mais fundo na sabedoria da Kabbalah com orientação personalizada e leituras de mapas.
Encontro gratuito com um professor

Nossos instrutores dedicados estão aqui para ajudá-lo a navegar em sua jornada espiritual.

Solicite o Seu
Leitura de Mapa Astral Kabalístico

Aprender sobre nossa alma por meio de um mapa astrológico ajuda a dar mais significado e maior compreensão às experiências que enfrentamos, às pessoas que conhecemos, ao trabalho que fazemos e às bifurcações da estrada.

Agende uma leitura de mapa
Orientação Pessoal - Serviços do Kabbalah Centre

Sessões personalizadas individuais com um instrutor para aprofundar em uma área que lhe interessa ou oferecer suporte onde você mais precisa. As reuniões abrangem desde relacionamentos, tikkun e estudo profundo do Zohar, todas personalizados especialmente para você.

Reserve uma Sessão de Orientação

Despertando a Luz da Consciência

Karen Berg
Maio 6, 2024
Curtir 21 Comentários 2 Compartilhar

Este artigo foi originalmente publicado em 2017.

A consciência é a ponte que permite que a Luz da nossa alma viaje até o coração de outro. Com consciência, tudo o que empreendemos neste mês se torna um meio de elevar toda a humanidade.

Os nascidos sob o signo de Touro, ou Iyar em hebraico, carregam uma energia de força e estabilidade. Eles apreciam a rotina e a segurança e são conhecidos por serem confiáveis e atenciosos. O que pode limitá-los é a relutância em promover mudanças. O sentimento é: "O sol está brilhando, então pra que tumultuar? A grama está bem verde aqui, então pra que sair?"

Embora essa rigidez e persistência faça dos taurinos amigos leais e pessoas excelentes para fazer negócios de forma transparente, também podem trazer certo grau de limitação. Pois somos seres infinitos e, enquanto estamos aqui nesta forma física, somos sempre instigados a expandir e nos transformar. O pensamento e comportamento mecânicos podem bater de frente com o crescimento espiritual. Estamos aqui para nos tornarmos melhores do que éramos ontem, quebrando nossos padrões e nos tornando novas pessoas, hora após hora, dia após dia.

Honestamente, todos agimos de forma mecânica de algum jeito. Já aconteceu de estar dirigindo um carro e de repente se viu em casa? Como você chegou lá? Você estava no piloto automático? Isso parece um exemplo simples, mas todos entramos no piloto automático de vez em quando. Às vezes isso aparece em nossos relacionamentos, na forma de pensar sobre nós mesmos, nas crenças que temos sobre os outros, ou talvez nas maneiras como costumamos nos envolver. Às vezes fazemos coisas apenas por fazer ou dizemos coisas apenas por dizer, sem realmente considerar por que ou o que queremos com isto. Neste torpor de consciência, esquecemos nosso poder criativo de canalizar Luz para este mundo. Ações que não envolvem o coração são oportunidades perdidas. A cada passo que damos, temos a capacidade dada por Deus – através da combinação divina de mente, coração e espírito – de espalhar energia positiva com nossas ações. Cada um de nós está aqui para causar um impacto que durará muito além de nossa partida. Quando temos essa consciência, até nossos deveres e tarefas mundanas ganham uma nova força vital. Somos capacitados a nos erguer e nos tornar o poderoso criador que nascemos para ser.

Historicamente, uma quantidade enorme de negatividade ocorreu durante o mês de Touro. 24.000 alunos do grande Kabalista Rav Akiva morreram de peste, e o autor do Zohar, Rav Shimon, deixou o mundo no 15º deste mesmo mês. E ainda assim o nome hebraico do mês é Iyar, que significa "Ani Hashem Rofecha" (Eu sou Deus, seu Curador). Além disso, o mês hebraico de Touro é chamado Ziv, que significa "Luz". Parece uma grande contradição! Mas o que aprendemos é que da escuridão, a Luz emerge; assim como uma semente eventualmente se torna uma bela flor depois de ter sido enterrada na terra úmida e escura. A elevação dos 24.000 alunos gerou a abertura para uma Luz tão forte que preenchia o mundo. Quando Rav Shimon elevou-se além de seu corpo, ele criou um portal de energia do qual toda a humanidade poderia ser nutrida.

Da mesma forma, neste mês, temos a oportunidade de despertar a Luz de nossa escuridão. As formas mecânicas de pensar podem ser substituídas por novos caminhos inspirados. Podemos identificar crenças que nos limitam, certos hábitos e comportamentos que nos impedem de viver nosso potencial. Parece um grande desafio, mas começa com as pequenas coisas.

Aqui estão algumas coisas que podemos tentar:

  • Ser mais cuidadoso e compartilhar ativamente com aqueles ao nosso redor.
  • Focar menos em como os outros nos tratam e mais em como estamos tratando os outros.
  • Ficar ciente de nossos medos para que possamos evocar coragem.
  • Examinar nossos sistemas de crenças limitantes e buscar outros mais empoderadores.
  • Focar menos no que estamos recebendo de uma interação e mais na energia que estamos trazendo para a mesma.

Na noite de Pêssach, cada um de nós foi levado pela mão do Criador e libertado de todos aqueles sistemas que nos escravizam. Agora, neste mês, durante o período conhecido como Ômer, fazemos o esforço para nos libertarmos. A energia já foi implantada dentro de nós. Depende de nós trazê-la para fora.

Sim, Deus é nosso Curador, mas também diz que Ele ajuda aqueles que se ajudam, e somos totalmente capazes de fazer isso. Vamos despertar a Luz da consciência para nós mesmos e juntos propagá-la para elevar o mundo.


Comentários 2